quarta-feira, 23 de junho de 2010

Samba-poema

Vivo no limiar entre o silêncio e o choro,
onde tudo é pouco,
porque você não está.

Procuro formas de abafar a dor,
que é um grito louco,
porque você não está.

Já não sei mais onde vou chegar.
Não quero andar para frente,
quero rebobinar

P'ra um tempo em que o meu lugar
era ser "a gente"
e o abraçar.

1 comentários. Comente também!:

beeyn disse...

Olá Ana !

Queria fazer a parceria , para divulgarmos o blog uma da outra , achei que mais pessoas deveriam ter a oportunidade de ver seu blog , o meu já está com bastantes visitinhas , acho que iria ser bom pra você e pra eu né? kk seu blog também está ficando popular .Obs: eu não bebo e não fumo kkkkk aceito um refri *-*


bj