domingo, 26 de julho de 2009

Bipolar

Tudo na vida tem dois lados. O dia tem dois turnos, o ano tem dois semestres, um casal tem duas metades. Cada palavra tem seu oposto, todos nascemos com dois olhos, duas mãos, dois pés... Dessa mesma forma, eu também tenho dois lados.

“Uma leve bipolaridade”, disse meu médico. O diagnóstico me assustou. Não é todo dia que lhe dizem que você tem um problema neurológico. Também, já era de se esperar. Minha infância conturbada e as situações a que me sujeito todos os dias... É óbvio que existem duas de mim. A criança, que adora rir, escrever e falar besteiras; a adulta, que paga as contas e investe em sua carreira. Meu lado pessoal e meu lado profissional. Acho que bipolaridade todos temos, minha sincera opinião. Alguns são felizes e tristes. Outros, loucos e sãos. Eu, no caso, sou criança e adulta. A melhor bipolaridade que existe.

Veja bem: criança não tem stress, problemas, nem contas para pagar. Ao menos, não em teoria. As maiores preocupações de uma criança normal são brincar e crescer. O resto é o resto, fica para mais tarde. No entanto, esses meus dois lados estavam entrando em conflito. Eram duas personalidades e eu já não sabia mais onde a primeira terminava e começava a segunda.
Engraçado... Até cachorro eu tive dois. Duas: a Sophia e a Zoé. Uma, o oposto da outra. Assim como minhas personalidades. Engraçado como nós “externalizamos” o que temos escondido dentro de nós, não? Vai entender.

Uma das perguntas que eu mais faço, já percebi, é: “isso é bom ou ruim?”. “Você me lembra a prima da minha amiga!” – “Isso é bom ou ruim?”. Sei lá, nunca se sabe. Vai que a tal prima é uma megera... Não quero ser uma megera. Se bem que, dentro de mim, uma das duas é uma megera, tenha certeza. Uma é forte, a outra é fraca. Uma planeja, a outra não. Uma, o oposto da outra.

Está ficando tarde. Melhor eu ir dormir.
Boa noite, Anna. Boa noite, Anna.

4 comentários. Comente também!:

Allan Machado disse...

Oiewwww
Anaaaaa
Quero postar um comentário pra vc!
COMOFAZ?
Depois me conta
bjusmeliga ^^

www.comentando.com.br

Yasmin Thayná disse...

Interessante o tema da bipolaridade porque todo mundo tem.
Alguns acordam bem hoje e amanhã, já não é mais a mesma coisa.
No outro dia, acorda estressado e não quer ver ninguém na frente. Qualquer coisa é motivo de bater e discutir.
Mas é assim que a humanidade segue, não é mesmo?

Anna Bessa disse...

Esse texto tem como base experiências próprias. Recebi um comentário anônimo, dizendo que bipolaridade não é problema neurológico. Meu neurologista, que se formou nesse assunto, disse o contrário. Então, "Anônimo", pesquise VOCÊ, "querida".
Lembrando que os comentários são moderados, para impedir pessoas dessa laia de assediarem a colunista ^^

Monet disse...

Nossa,Anna, você escreve muito bem para uma menina de 22 anos. E olha que eu sou ''mega'' crítica com as regras gramaticais alheias . Com as minhas nem tanto rsrsrsr.Mas, falando sério, eu também adoro escrever, só que tenho muito medo de uns bloqueios que me afetam de vez em quando. Prefiro não correr o risco e ficar apenas no anonimato. Parabéns!!